Pages Menu
Categories Menu

Posted on 19 Jan, 2016 in Comunicados de imprensa, Notícias locais, Slide

A Abadia da Dormição vandalizada

A Abadia da Dormição vandalizada

 

Jerusalém – Este domingo, 17 de Janeiro de 2016, a Abadia da Dormição no Monte Sinai foi objecto de um novo acto de vandalismo. Slogans anti-cristãos tais como: ”que o seu nome (de Jesus) e a sua memória sejam apagados – foram pintados nas portas e nas paredes do mosteiro.

Três semanas depois dos actos de vandalismo contra os Salesianos do Convento de Beit Gemal, este novo acto teve como objectivo a Abadia do Monte Sinai, lugar importante do diálogo inter-religioso entre judaísmo e cristianismo.

Alguns dos slogans escritos nas portas e nas paredes da Abadia diziam “morte os pagãos cristãos, os inimigos de Israel”. “Que o seu nome (Jesus) e a sua memória sejam apagados” ou “os cristãos para o inferno”.

O Patriarca condenou com veemência esta agressão e lembra que o único antídoto para tal acto é controlar a educação dada nas escolas onde os jovens são formados e vigiar os que incitam à intolerância contra os cristãos.

É de lamentar que tais episódios de ódio tenham lugar 50 anos após “Noster Aetate” que abriu o diálogo inter-religioso entre a Igreja católica e as outras religiões e que abriu uma nova página entre a Igreja Católica e o Judaísmo.

Esperemos que os autores desta agressão sejam presos antes de porem as suas ameaças em execução.

Patriarcado Latino de Jerusalém

Dormition1.jpgDormition2.jpgDormition3.jpgDormition4.jpgDormition5.jpgDormition6.jpg