Pages Menu
Categories Menu

Posted on 23 Feb, 2016 in Diocese, Jubileu da Misericórdia, Noticias da diocese, Slide

O Jubileu da Misericórdia em S. Pedro em Galicanto

O Jubileu da Misericórdia em S. Pedro em Galicanto

 

JERUSALÉM – O Santuário de S. Pedro em Galicanto em Jerusalém está carregado de uma mensagem de misericórdia manifestada pelo olhar que Jesus fixa em Pedro, no momento do canto do galo, depois de este o renegar pela terceira vez. Olhar onde Pedro sentiu toda a misericórdia e perdão do Salvador. Lembramos de novo as iniciativas propostas pelo Santuário por ocasião do Ano Santo da Misericórdia.

Na sua oração para o jubileu, o Papa Francisco escreveu: “Tu fizeste chorar Pedro depois de este ter renegado”. Seria bom que puséssemos em evidência esta mensagem neste ano do Jubileu extraordinário da Misericórdia.

Foi feita uma proposta aos cristãos da Terra Santa por ocasião dos votos de Natal. “Durante o Ano Santo, os cristãos da Terra Santa que venham em grupos organizados pelas paróquias, comunidades e outros grupos poderão ser acolhidos mesmo ao domingo, dia habitual de encerramento de São Pedro em Galicanto, depois de um acordo entre os organizadores e o responsável pelo Santuário”. No domingo, 13 de Março, depois de um pedido da União das religiosas da Terra Santa, um tempo de reflexão ser-lhes-á concedido antes da celebração penitencial com confissão individual, seguida de Eucaristia antes de um piquenique. Esperemos que se sigam outros pedidos.

É difícil ter um contacto directo com os grupos que vêm com guia e um assistente espiritual. Assim é através de cartazes e publicações que conseguimos fazer passar a nossa mensagem. Dois grandes cartazes plastificados com textos em vinte línguas, foram colocados nas paredes da Igreja. Um perto da porta de entrada, outro na porta de saída da cripta. O primeiro ilustrado com o olhar de Jesus sobre Pedro (detalhe de um ícone da cripta), lembra que Cristo deita sobre Pedro e sobre todos nós o mesmo olhar de misericórdia e de perdão. O segundo reproduzindo um mosaico situado em baixo, lembra que Jesus deu a Pedro o poder de perdoar os pecados e convida a que recitemos a frase do Credo: “Creio … na remissão dos pecados”. Frente à loja de artesanato monástico, um grande painel lembra o sentido do ano santo com a explicação do logo do Jubileu. Os peregrinos podem assim comprar imagens onde estão reproduzidas três fotografias de detalhes dos ícones e da cripta; depois de ter lembrado o olhar de Cisto e o choro de Pedro, elas sublinham a fidelidade de Jesus confiando a Pedro o bastão do pastor: “ se nós formos infiéis, ele permanece fiel pois não pode negar-se a si mesmo.” (2 Tim. 2 13). Estas imagens foram impressas em oito línguas tendo no verso a oração do Papa para o Jubileu.

Está previsto editar igualmente uma placa intitulada “Jesus olha para Pedro”, nos ícones de São Pedro em Galicanto. E uma obra de uma centena de páginas, escrita por Bernard Tourny de Lyon, que obteve o imprimatur do seu bispo o Cardeal Philipe Philippe Barbarin. “S. Pedro em Galicanto em Jerusalém” Um Santuário da Misericórdia”.

É evidente que, na medida das nossas possibilidades, pois tem de se ter em conta o obstáculo que as línguas constituem, colaboraremos com a melhor boa vontade com os padres que solicitem a nossa ajuda para as confissões propostas aos seus grupos. Para além da Igreja e da Cripta, foram instalados no jardim três locais de celebração e oração: estão à disposição dos grupos de Maio a Outubro.

Que este ano santo possa trazer ao nosso Santuário o título de Santuário da Misericórdia!

Padre Daniel Gullung

 

Unknown-1.jpegUnknown.jpegDSC_0024.jpgDSC_0054.jpg