Pages Menu
Categories Menu

Posted on 8 Apr, 2016 in Comunicados de imprensa, Notícias locais, Política e sociedade, Publicações, Slide

Cremissan: o Patriarcado latino preocupado com a injustiça feita às famílias cristãs

Cremissan: o Patriarcado latino preocupado com a injustiça feita às famílias cristãs

 

COMUNICADO – Os trabalhos de construção do muro de separação em Crémissan intensificaram-se a partir do mês de Abril de 2016. Depois das escavadoras e dos bulldozers são agora os guindastes que assentam os painéis de betão, com uma altura de oito metros, na terra que em que estavam plantadas oliveiras seculares.

O Patriarcado Latino de Jerusalém manifesta a sua profunda decepção com a continuação dos trabalhos e reitera a condenação desta operação levada a cabo pelas forças israelitas. A construção de um muro de separação e o injusto confisco de terras pertencentes a famílias cristãs de Beit Jala constitui uma ferida no processo de paz.

O Patriarca Latino faz, uma vez mais, um apelo às autoridades israelitas para que cessem as obras e para que seja feita justiça aos moradores do vale. O Supremo Tribunal Internacional de Justiça julgou, no dia 8 de Julho de 2004, ilegal a construção do muro e exigiu o seu desmantelamento assim como a Assembleia Geral da ONU.

Este muro não tem qualquer justificação por razões de segurança, como antes, em Abril de 2015, o próprio Supremo Tribunal de Justiça de Israel sublinhou, suscitando então grandes esperanças.

Expropriar as terras destas famílias cristãs resulta em confiscar-lhes a sua herança e contribui, ainda mais, para o desenraizamento dos cristãos desta região.

Patriarcado Latino de Jerusalém.