Pages Menu
Categories Menu

Posted on 13 Jun, 2016 in Igreja, Jubileu da Misericórdia, Slide, Vida litúrgica

A memória litúrgica de Santa Maria Madalena elevada à solenidade de festa

A memória litúrgica de Santa Maria Madalena elevada à solenidade de festa

 

VATICANO – TERRA SANTA – A memória litúrgica de Santa Maria Madalena será elevada à solenidade de festa no calendário romano. A decisão, da vontade do Papa Francisco, foi anunciada por um decreto da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos de 10 do presente mês de Junho. Uma notícia com especial significado para os fiéis da Terra Santa que poderão celebrar esta festa no Santuário de Magdala, inaugurado há dois anos nas margens do Lago Tiberíade, sobre as ruínas da Cidade Natal de Santa Maria Madalena.

A Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos publicou, no passado dia 10 de Junho, um decreto assinado na Festa do Sagrado Coração pelo qual, de ora em diante, a memória de Santa Maria Madalena é elevada à solenidade de festa em toda a Igreja Universal.

Uma decisão, explicou Mons. Arthur Roche Secretário da Congregação, que se enquadra no actual contexto eclesial que impõe uma reflexão mais aprofundada sobre a dignidade da mulher, a Nova Evangelização e a grandeza do mistério da Misericórdia Divina. Três pontos em que Santa Maria Madalena é um modelo a seguir.

A notícia foi acolhida com grande alegria na Terra Santa onde há dois anos foi inaugurado o Parque Arqueológico de Magdala, cidade natal de Santa Maria Madalena, na margem do Lago Tiberíade, na Galileia e onde, no dia 28 de Maio de 2014, Sua Beatitude o Patriarca Fouad Twal consagrou a Igreja Duc in Altum. Um santuário onde Santa Maria Madalena e as mulheres que a seguiam são especialmente veneradas.

Embora a festa de Santa Maria Madalena seja já celebrada com solenidade no dia 22 de Julho, a partir de agora a solenidade terá uma importância especial com a participação de numerosos fiéis das diferentes comunidades paroquiais da Igreja Católica da Terra Santa.

Este ano, por razões pastorais a festa será celebrada no dia seguinte, sábado 23 de Julho.