Pages Menu
Categories Menu

Posted on 13 Oct, 2016 in Aprender, Convites, Diocese, Noticias da diocese, Slide

Reabertura do Memorial de Moisés no Monte Nebo a 15 de Outubro.

Reabertura do Memorial de Moisés no Monte Nebo a 15 de Outubro.

 

JORDÂNIA – O Memorial de Moisés no Monte Nebo reabre ao púbico. Os visitantes poderão agora voltar e admirar alguns dos mais belos mosaicos da Jordânia assim como a própria Basílica. A abertura oficial terá lugar dentro de dois dias, a inauguração civil reservada às entidades oficiais será no dia 15 de Outubro de 2016, para facilitar o importante afluxo de visitantes esperados para a reabertura de um dos santuários mais importantes e de um dos lugares arqueológicos mais visitados na Jordânia e na Terra Santa.

 

Comunicado de imprensa da Terra Santa

REABERTURA DO MEMORIAL DE MOISÉS NO MONTE NEBO.

Inauguração civil no dia 15 de Outubro – Cerimónia Religiosa no dia 16 de Outubro

Concertos, visitas guiadas e actividades culturais para celebrar o acontecimento

 

A inauguração civil terá lugar no sábado, dia 15 de Outubro, enquanto a celebração religiosa terá lugar no domingo, 16 de Outubro. Nestes dois dias, o Memorial será aberto exclusivamente para estes dois acontecimentos. As visitas à Basílica terão início a partir do dia 17 de Outubro.

A primeira cerimónia é reservada aos dignitários e aos convidados enquanto a cerimónia religiosa, no dia 16 às 18 horas, é aberta a todos, mas limitada ao número de lugares existentes. A missa será presidida por Sua Eminência o Cardeal Leonardo Sandri, enviado especial do Papa Francisco e Prefeito para as Igrejas Orientais.

O gesto simbólico que marcará a inauguração no dia 15 de Outubro será a abertura das portas da Basílica pelo Custódio da Terra Santa, Padre Francesco Patton, e por um alto representante do Estado Jordano. Nos discursos de inauguração, será lida por Sua Eminência o Cardeal Sardi uma mensagem de sua Santidade o Papa Francisco. Da cerimónia farão igualmente parte espectáculos pelo Coro la Fontaine d’Amour e pela orquestra dirigida por Tomeh Jbara. O mesmo coro será também responsável pelos cânticos durante a missa solene do dia 16 de Outubro durante a qual Sua Eminência benzerá o altar.

Para assinalar este feliz acontecimento, os Irmãos Franciscanos da Custódia da Terra Santa, guardiões da igreja e da estação arqueológica, programáram uma série de eventos musicais e culturais. Um dos pontos altos das celebrações será a celebração da Missa de Natal na Basílica, no dia 24 de Dezembro às 22h.

No dia da cerimónia religiosa, domingo 16 de Outubro às 9h., haverá um concerto inaugural no âmbito do Festival Internacional de Órgão Terra Santa organizado pela Custódia da Terra Santa nas igrejas do Médio Oriente e do Levante com destaque para o novo órgão do Monte Nebo. Este novo órgão do Monte Nebo, embora pequeno, é obra de um prestigiado artesão, Nicola Puccini e julga-se ser, neste momento o único órgão de tubos da Jordânia. A instalação do instrumento e o concerto foram organizados em colaboração com a Embaixada de Itália em Amã. O órgão foi benzido, no ano passado em Pisa, por Sua Excelência Mons. Maroun Lahham, Bispo Auxiliar e Vigário Patriarcal na Jordânia. O concerto incluirá a participação do conhecido organista italiano Eugenio Maria Fagiani, solista do coro de la Fontaine d’Amour , o do célebre tocador de “Oud” acompanhado por Nasser Salameh.

Na sexta-feira 23 de Dezembro às 18h., poderá ouvir na Basílica a primeira Oratória de Natal escrita por um compositor jordano, Tomeh Jbara, que dirigirá o coro e a orquestra de la fontaine de l’Amour na execução desta notável obra.

Outras actividades culturais serão assinaladas por dois seminários: terça-feira, 18 de Outubro, o Mosteiro Franciscano do Monte Nebo em colaboração com a Embaixada de Itália realiza um seminário arqueológico, Eau Précieuse” na Universidade de Amã. Durante a tarde, o Padre Eugenio Alliata, professor de arqueologia no Studium Biblicum Franciscanum de Jerusalém, apresentará à comunidade científica o novo memorial de Moisés e as últimas descobertas.

No dia 15 de Dezembro (data a confirmar) terá lugar um seminário, dedicado à figura de Moisés e à história do Monte Nebo, organizado conjuntamente pelo Instituto Real para o diálogo inter-religioso, pela Embaixada de Itália em Amã e pelo Mosteiro Franciscano do Monte Nebo.

No programa das celebrações figuram igualmente sessões de formação especialmente dedicadas aos guias turísticos (oficina a 17 de Outubro com a participação do P. Eugenio Alliata, do arquitecto Osama Hamdam, também director dos trabalhos para a reabertura do Memorial, e do especialista em mosaicos Franco Scriorelli), mas também aberto às escolas que que se queiram inscrever para uma visita guiada durante o mês de Novembro. Além disso haverá visitas guiadas em inglês e em árabe, nos dias 16 e 17 de Outubro, com entrada livre.

Após recentes descobertas, o Padre Eugenio Alliata fez uma actualização da história do Monte Nebo e do Memorial, reconstituindo antigos testemunhos e ilustrando o trabalho dos arqueólogos franciscanos (Saller, Bagati, Corbo, Piccinilo, Alliata, Papparlardo) no projecto em curso. Prevendo publicar ulteriormente um Guia completo, o Padre Alliata foi o autor de uma brochura para esta ocasião. Brochura que estará disponível nos dias de abertura e publicada no site da web do Santuário (www.montenebo.org) onde se pode consultar igualmente o programa detalhado dos acontecimentos.

O Memorial de Moisés no Monte Nebo é o lugar onde, segundo a Bíblia (ver Deuteronómio 34), Deus mostrou a Moisés a Terra Santa e onde o Profeta, venerado pelas três religiões monoteístas, morreu. Apesar de, segundo o mesmo texto sagrado, o local da sepultura ser desconhecido, a comunidade dos monges instalada no Monte Nebo continua a perpetuar a memória de Moisés do séc. IV ao séc. IX. No séc. XX, os arqueólogos da Custódia da Terra Santa, que em 1932 tinham adquirido o local, tiraram do esquecimento o antigo mosteiro, a basílica e os seus magníficos mosaicos. Para proteger e preservar a estação arqueológica e para expor os mosaicos de diferentes períodos históricos o revestimento destes, datado de 1960, foi restaurado e refeito para ser finalmente inaugurado em Outubro de 2016.

Gabinete de imprensa: Padre Rifat Bader (+962 79 7551190) abouna.org@gmail.com

Traduzido da versão francesa do Patriarcado Latino de Jerusalém. Para ler o comunicado oficial em inglês clicar aqui.