Pages Menu
Categories Menu

Posted on 12 Dec, 2016 in Notícias locais, Política e sociedade, Slide

Iluminação da Árvore de Natal da Universidade Al-Quds

Iluminação da Árvore de Natal da Universidade Al-Quds

 

JERUSALÉM – Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2016, uma cerimónia da iluminação da árvore de Natal teve lugar na Universidade de Al-Quds na presença de Sua Beatitude Michel Sabbah, Patriarca Emérito de Jerusalém, de Mons. Atallah Hanna, Arcebispo de Sebastie na Palestina, do Xeque Abd el-Majid Amarneh, Mufti de Belém, do Dr. Imad Abu Kinsk, Presidente da Universidade Al-Quds assim como pessoal e estudantes.

“Celebrar o nascimento de Cristo não é exclusivo dos cristãos. Natal é também uma celebração palestiniana independentemente da sua filiação religiosa ou associação política. Os cristãos e os muçulmanos palestinos são um povo unido”, declarou Dr. Abu Kisnk. “Durante este acontecimento, celebramos o nascimento de Jesus, filho da Palestina. Felicitamos o nosso povo e dizemos aos nossos: uns e outros temos muito em comum; esta terra, estes lugares santos, a nossa visão e o nosso destino. Estamos unidos por Cristo. Uma mensagem de amor, de paz e de perdão, na que nós, palestinos, acreditamos e damos testemunho”, acrescentou.

Michel Sabbah, Patriarca Latino Emérito, declarou que as iluminações da árvore são um símbolo da alegria pelo nascimento de Jesus e que a mensagem de Natal é uma mensagem de amor e de justiça. Natal convida os homens a espalharem esta força do amor que os habita.

Mons. Atallah sublinhou que o Natal é celebrado por todo os Palestinos e que através deste acontecimento exprimirem o seu amor e espírito fraterno.

O Mufti de Belém acrescentou que “este acontecimento é um sinal de unidade religiosa pondo em evidência o facto da Universidade Al-Quds ser um exemplo de coexistência religiosa e nacional.

Em nome dos estudantes cristãos que apoiam a realização desta iniciativa, o Sr. Khader Bannoura afirmou que a “Palestina “continua a ser um excelente modelo de coexistência entre cristãos e muçulmanos, apesar das repetidas tentativas de ocupação para a destruir”.

A cerimónia foi ocasião para a declamação de poemas, música e canto e de um espectáculo promovido pelos Escuteiros latinos de Beit Sahour.

Fonte: Universidade de Al-Quds

Tradução do Patriarcado Latino.

Fotografias do Gabinete de imprensa da Universidade Al-Quds.

15288616_10154433403954093_5760592877059148057_o.jpg15384461_10154433400029093_1158152213655012218_o.jpg15271897_10154433401299093_7238440868551715473_o.jpg15391306_10154433402989093_8695482606072063132_o.jpg15326308_10154433401584093_466408933127900406_o.jpg15392815_10154433401514093_7484888181520476313_o.jpg15272248_10154433403059093_1108122030471522191_o.jpg15325223_10154433403659093_7957008753468072917_o.jpg